quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Patinho Feio


Era uma vez um patinho
Que nasceu ao pé de um moinho,
Mas para sua infelicidade
Os irmãos tratavam-no com maldade.

Pois era bem diferente o patinho
Que nada tinha de bonitinho.
Em todo o seu meio,
Era chamado de “Patinho Feio”.

Uma tarde pensou e decidiu
Que ia embora e então fugiu;
Deixou o velho moinho
E andou toda a noite sozinho.

De manhã, viu uma menina
Dando milho a uma galinha.
Na casa dela quis ficar,
Mas o dono queria-o assar!

Fugiu outra vez o patinho;
Passou o Inverno sozinho!
Até que a Primavera chegou
E tudo na sua vida mudou.

Um bando de cisnes poisou,
O patinho deles se aproximou
E a alegria começou!
A vida de tristeza acabou!

O patinho em cisne se transformou
E a todos os cisnes maravilhou.
Convidaram-no para ser rei.
E esta história eu acabei.

Mónica Sofia Carvalho n.°12 Turma H Ano 5°

Área de Projecto- 2007/08
( trabalho orientado pelas professoras Rosário Martins e Regina)

1 comentário:

Anónimo disse...

O POEMA FOI MUITO BOMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM